“Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso”. (Bertolt Brecht)

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Documentário: A Primeira Guerra Mundial (The First World War)

Excelente documentário da BBC sobre o Primeiro Grande Conflito Mundial que ocorreu entre os anos de 1914-1918. Diferentemente dos documentários produzidos até hoje que sempre retrataram a Primeira Guerra Mundial sob a óptica norte-americana, este, retrata diferentes visões do conflito, mostrando a guerra na Rússia, Arábia, África e entre outros países. A Primeira Guerra Mundial, não se ateve somente aos seus 4 anos cronológicos, mas sim, teve consequências muito mais graves do que as milhares de mortes que causou. A pior dessas consequências foi a preparação para o maior conflito armado que a humanidade já viveu... A Primeira Guerra Mundial começou quase que por acidente. Terminou quase que tão estranhamente. No meio, foi mais destrutiva do que qualquer guerra jamais tinha sido. Morreram mais soldados britânicos, franceses e italianos na Primeira do que na Segunda Guerra. Foi o primeiro conflito genuinamente global, lutado não só nos campos da França e de Flandres mas no alto das montanhas, nos desertos, no mar e no ar.
A Primeira Guerra Mundial deu forma ao Século XX. Ela detonou a Revolução Russa. Lançou a América como potência mundial. As imperfeitas linhas do seu fracassado acordo de paz levaram o mundo a uma segunda e terrível guerra apenas 20 anos mais tarde, e depois à Guerra Fria.
A Primeira Guerra Mundial é baseada no livro best-seller de Professor Hew Strachan, Chichele Professor de História da Guerra da Universidade de Oxford e professor visitante na Universidade de Glasgow.

Direção: Marcus Kiggell e Corina Sturmer
Ano: 2003
Áudio: Inglês/Legendado
Duração: 50 minutos/cada episódio 
Clique no nome do episódio para assistir On-Line

As origens complexas da Grande Guerra, e como aparentemente insignificantes tensões locais nos Bálcãs explodiram em Guerra Mundial.
A invasão alemã da Bélgica e França foi brutal e atrocidades acenderam as chamas da guerra.
Os impérios europeus entraram em choque em todo o mundo, dos mares do Atlântico Sul às planícies africanas.
O Império Turco Otomano provou ser um adversário formidável, como os Aliados descobriram à sua costa em Gallipoli e no Oriente Médio.
Como os alemães e austríacos entraram em confronto com os russos na frente oriental e a Itália ficou envolta em uma matança terrível.
O Somme e Verdun viu carnificina em uma escala sem precedentes, como exércitos lutaram para quebrar o impasse na Frente Ocidental.
A guerra no mar era tão amarga como a guerra em terra. A batalha em Jutland provou inconclusiva, mas a de U-Boat ameaçou a Grã-Bretanha como nunca antes. Enquanto isso, os Estados Unidos entravam na guerra.
Os efeitos da Grande Guerra fragmentaram nações, inspiraram rebeliões em massa por tropas desesperadas, causaram grande revolta no Fronte e mudaram o mundo para sempre.
Mais de um milhão de soldados alemães foram enviadas para Kaiserschlacht (Batalha Kaiser) - também conhecida como a Ofensiva de Ludendorff, a última grande ofensiva da guerra - enquanto o conflito ainda ocorria em muitas outras frentes.
A dramática vitória aliada em Amiens levou à vitória em apenas 100 dias, e, assinou amargamente a paz, enquanto outras nações falharam com seus acordos de cessar-fogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário